Exposição Permanente de Numismática

NUMISMÁTICA

numismatica

A colecção de numismática do MNVR, inaugurada no dia 27 de Maio de 1999, é imponente. Segundo João Parente, coleccionador e primeiro director desta instituição, "iniciou-se em Junho de 1970 com 9 'pacharricas' compradas na aldeia do Cadaval, concelho de Murça, e cresceu seleccionando as moedas diferentes e as variantes encontradas nos tesouros monetários achados em Trás-os-Montes durante os últimos 25 anos".

Compõem a colecção cerca de 35.000 numismas, sendo formada por moedas provenientes, na sua maioria, da região trasmontana, sendo ainda de referir a aquisição de alguns exemplares com o objectivo de representar determinados tipos de moedas, reis ou imperadores considerados importantes para o discurso expositivo.

Constituem a colecção moedas originárias de três tesouros completos (Santulhão - distrito de Bragança -, Reguengo e Vila Marim - distrito de Vila Real), e porções significativas dos tesouros de Izeda, Santa Maria de Émeres (distrito de Bragança), Poio, Campeã, Mosteirô, Paredes do Alvão, Cadaval, São Caetano e Fiolhoso (distrito de Vila Real), para além de várias provenientes de achados isolados.

O acervo numismático do MNVR está balizado cronologicamente entre os séculos V a.C. e VIII d. C. No entanto, a grande maioria das moedas pertence à época do Império Romano, sendo os séculos III e IV da nossa era os mais representados. Ainda assim, podem observar-se quatro moedas gregas, uma cartaginesa, quatro hispano-romanas, nove ibero-romanas, oito luso-romanas, vinte e cinco hispano-romanas, um conjunto de cento e vinte e oito da República Romana, três Bizantinas e vinte e três Visigóticas.

Está igualmente representada a maior parte das oficinas de cunhagem do Império Romano.

Do total da colecção foram seleccionados para a Exposição Permanente de Numismática cerca de 5.000 espécimes, considerados como representativos da totalidade, procurando o discurso expositivo permitir a percepção, através da quantidade de moedas expostas, da importância da região no seio do Império Romano.